Quer saber como funciona o Sistema?

Abaixo algumas das principais informações

Como funciona?

Seu gerador, durante o dia, produz mais energia do que o imóvel consome, esta energia excedente, é enviada para a rede pública de energia elétrica e é computada pelo relógio medidor bidirecional, gerando créditos energéticos para o proprietário.

Ou seja, a conta de luz vai reduzir de duas formas ao mesmo tempo, uma pelo uso direto, durante o dia, da energia gerada pelas placas e outra pelo abatimento dos créditos energéticos gerados pela energia excedente.

O sistema gerador é composto por:

  • Placas solares: Formadas por células fotovoltaicas, convertem a luz do sol em eletricidade de corrente contínua. Esta conversão ocorre, a pleno, em dias ensolarados.
  • Inversor: É o computador que gerencia o sistema, onde a eletricidade de corrente contínua é transformada em eletricidade de corrente alternada para poder ser utilizada pelo imóvel.
  • String Box, quadro de segurança: Composto de disjuntores, chaves e sistema de proteção contra surtos elétricos (DPS) que protegem o gerador solar e permite o seu desligamento para eventuais manutenções.
  • Medidor bidirecional: O medidor bidirecional (instalado pela concessionária de energia elétrica), mede a quantidade de energia injetada na rede e a quantidade de energia consumida da rede. Havendo mais energia injetada na rede do que consumida, você acumula créditos de energia.

Modalidades

São muito amplas as possibilidades de geração e consumo da energia fotovoltaica. A energia elétrica gerada pode ser consumida no próprio local ou em outro endereço da área de cobertura da concessionaria. Pode ser compartilhada na forma de consorcio ou cooperativa reunindo pessoas físicas ou jurídicas. Também pode ser consumida em condomínios, nas áreas comuns e compartilhada entre todas as contas de luz dos condôminos. Os sistemas podem ser tanto conectados à rede (on grid) como autônomos (off grid) usando um banco de baterias para armazenar a energia gerada. Os painéis fotovoltaicos podem ser instalados sobre telhados (residências e comercio), diretamente sobre o solo (sítios e fazendas) e como coberturas (estacionamentos em geral). As possibilidades também podem ser combinadas de acordo com a norma especifica. Assim sendo, qualquer que seja a sua situação, Consulte-nos.

Licenciamento

Para garantir o uso do seu sistema de energia solar conectado à rede, é preciso fazer a homologação do gerador junto à concessionária de energia. A homologação é um procedimento padrão em que sua concessionária de energia verifica se o sistema solar instalado possui as especificações de acordo com as normas de segurança. Conforme as resoluções da ANEEL, RN482/12 revisado em 2015 através da RN 687/15.

Prazos máximos da concessionaria caso não precise de obras:

  • Microgeração Distribuída (até 75kW), prazo de 34 dias;
  • Minigeração Distribuída (75kW até 5MW), prazo de 49 dias;

Monitoramento

Conectado a internet, acompanhe, em tempo real, seus dados de geração, de economia em R$ e benefícios ao meio ambiente ao longo do tempo.

Tempo de Instalação

A instalação do sistema gerador é relativamente rápida, varia de acordo com o tamanho do sistema (quantidade de placas e tipo de estrutura), em residências dura em torno de 3 a 4 dias na média. O processo de instalação é simples e quase não interfere na rotina da residência ou comércio.

Garantias e durabilidade

O sistema de energia solar tem uma estimativa de durabilidade de mais de 30 anos. As placas solares garantem um desempenho de 80% de eficiência após 25 anos, o inversor geralmente de 5 a 7 anos de garantia de fábrica e em alguns casos pode-se estender esta garantia e nossa instalação tem garantia de 2 anos.

Possibilidade de Upgrades: Após a instalação, é possível, também, ampliar o número de painéis para gerar ainda mais energia.